Teoria e prática na construção do conhecimento em administração. [doi: 10.5329/RECADM.20100901007]

Abdulah Bubacar Djaló, Mário Procopiuck

Resumo


TEORIA E PRÁTICA NA CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO EM ADMINISTRAÇÃO

 

RESUMO

O objetivo principal deste ensaio é centrado na tese de que a divisão dos estudos organizacionais em teoria organizacional e em prática organizacional não está contribuindo para o desenvolvendo de conhecimentos na área das ciências da administração. Para tal, iniciamos abordando as formas subjetivista e objetivista de conhecimento e sobre três modelos de conhecimento teórico, com o intuito de evidenciar como esta divisão tem desencorajado o desenvolvimento de conhecimentos mais adequados à teoria das organizações. Posição essa, em seguida, sustentada mediante da discussão sobre as visões fenomenológicas e pós-estruturalistas de construção do conhecimento.  Concluímos o ensaio com breves considerações sobre o processo organizacional, levantando sugestões sobre possibilidades de ampliação e melhor aproveitamento do conhecimento se relegada a segundo plano a divisão putativa entre teoria e prática na área de estudos organizacionais

 

Palavras-Chave

Teoria organizacional; comportamento organizacional; conhecimento cientifico; estruturalismo; subjetivismo e objetivismo.

 

 

THEORY AND PRACTICE IN THE CONSTRUCTION OF THE KNOWLEDGE IN ADMINISTRATION

 

ABSTRACT

The main purpose of this study is to try to sustain the thesis that the division of organizational studies into organizational theory and organizational behaviour is obstructing the further development of knowledge in administration. To argue that point we begin our paper carrying out a brief consideration on subjectivist and objectivist forms of knowledge and on the three models of theoretical knowledge in order to demonstrate how this division has discouraged the development of knowledge best suited to theories of organization. This position is further supported through a brief presentation of relevant phenomenological and post-structural insights. The paper concludes with a brief sketch of the organizational process and suggests how our knowledge might be furthered by abandoning the putative distinction between theory and practice in the domain of organization studies.

 

Keywords

Organization theory; organizational behaviour; scientific knowledge; structuralism; subjectivism and objectivism.

Texto completo: Artigo

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Revista Eletrônica de Ciência Administrativa - RECADM
http://revistas.facecla.com.br/index.php/recadm/
ISSN: 1677-7387
doi: 10.5329/RECADM